O Mundo Autista

Pânico

Por que Pânico revolucionou os filmes de terror? Filme originou uma das franquias mais emblemáticas do gênero.

Por que Pânico revolucionou os filmes de terror? Filme originou uma das franquias mais emblemáticas do gênero.

Enquanto “Pânico 6” não chega aos cinemas, vale conferir a cinessérie nas plataformas de streaming Amazon Prime Video e Globoplay. Aliás, o clássico do terror “Pânico”, de Wes Craven, viola uma das regras mais antigas da Sétima Arte: trata-se de personagens que vão ao cinema. Afinal, “Pânico” é sobre conhecimento dos filmes. Assim, os personagens da obra estão em um filme de terror. E, como já viram tantas obras desse estilo, sabem o que fazer e o que não fazer.

Por que Pânico revolucionou os filmes de terror?

Em outras palavras, em vez de deixar para o público antecipar os clichês de terror, os personagens falam sobre eles abertamente. Logo, tratam-se de figuras que sabem que estão em uma trama. E o próprio filme, apesar de todas as suas piadas irônicas, funciona como um terror adolescente, que abusa dos clichês ao mesmo tempo em que os satiriza.

Dessa forma, o roteiro escrito por Kevin Williamson inova ao brincar com a própria proposta. Afinal, “Pânico” é uma grande homenagem aos filmes de terror que atravessam gerações. Aliás, a diversão está em criticar e, ao mesmo tempo, seguir todas as regras básicas que um filme de terror sempre segue. Logo, a maior virtude de Pânico é a auto-ironia.

Pânico originou uma das franquias mais emblemáticas do gênero

Dessa forma, o filme é uma renovação jovem de um estilo de terror que se concretizou na mão de assassinos com histórias paranormais. Ademais, diverte com o jeito atrapalhado do vilão e personagens coadjuvantes como o policial Dewey, vivido por David Arquette, e a jornalista Gale Weathers, vivida por Courtney Cox. Além disso, o longa-metragem conhece bem a maneira como os repórteres de TV são retratados em filmes de terror. Neste sentido, “Pânico” valoriza-se ainda mais pelas piadas internas e os personagens autoconscientes. Aliás, a protagonista recebe uma composição forte e icônica de Neve Campbell.

Ademais, o dom de Wes Craven em despertar o medo e sustentá-lo engrandece a produção. Inclusive, como exemplo desta genialidade, o começo traz a sempre brilhante atriz Drew Barrymore, de modo a apresentar o assassino e o seu jeito de “jogar” com as vítimas.

Avaliação

Avaliação: 5 de 5.

Trailer

Trailer do filme Pânico, disponível na Globoplay e Amazon Prime Video

Autora da Crítica

Sophia Mendonça é uma youtuber, podcaster, escritora e pesquisadora brasileira. Em 2016, tornou-se a pessoa mais jovem a receber o Grande Colar do Mérito em Belo Horizonte. Em 2019, ganhou o prêmio de Boas Práticas do programa da União Européia Erasmus+.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments