Blog

Breve Antologia da Poesia Feminista

Estou realizando um sonho que Deus sonhou pra mim. Entretanto, estar feliz por mim e não por outra pessoa é algo raro no meu dia-a-dia. É um sentimento de autorrealização tão bom! Desse modo, compor uma breve antologia de poesia feminista é uma experiência incrível! Ver o livro nascer, letrinha a letrinha, acompanhar cada etapa do processo editorial é enriquecedor para a minha profissão.


Assim, me emociona ver meu nome escrito nas páginas de um livro pela primeira vez! E sobretudo, neste livro! Afinal, é um lugar de fala muito importante, além de um legado para outras gerações. Portanto, é a oportunidade de me expressar através da poesia, da arte literária, em uma composição
original.

Quem são as autoras da Breve Antologia da Poesia Feminista

Somos nove vozes, todas mulheres, estudantes capitaneadas pela brilhante Professora
Daniella Lopes. Ela ergueu a vela da embarcação e segurou o leme com as mãos firmes. Assim, convidou-nos a desbravar o imenso mar de possibilidades. Ao alvorecer, estava também
a Professora Raquel Guimarães. E, ao entardecer, a Professora Márcia Marques. Ambas
muito queridas, com o olhar sensível e comprometido conosco.

Quem é Roberta Colen?

Não sou poetisa. Aliás, sou uma leitora devotadamente apaixonada por palavras. Mas devo
reconhecer que a poética feminista tem sua relevância social e histórica. Dessa forma, essa breve antologia é um convite à empatia, à desconstrução de um padrão estereotipado de escrita “de mulherzinha”. Nós, autoras, tivemos a liberdade estética para criar poemas de diversas “tonalidades”, como escreveu no prefácio a Professora Raquel. 

“Pontes”


Então, “Pontes”, meu poema, surge a partir da indignação da violência de gênero. Uma mãe
covardemente agredida na frente dos quatro filhos com paralisia cerebral. Patrícia Pontes
era casada com seu algoz, um jogador de basquete. Contudo, ele usava o disfarce de “pai exemplar”. E, Patrícia é uma mãe atípica como eu. Que conhece a dor de ser silenciada e invisibilizada pela cultura do machismo. Quando uma de nós é vítima de violência, todas somos. Mas juntas nos reerguemos. Somos resistência!

Lançamento, venha


O livro foi um projeto desenvolvido em uma disciplina do 6° período do curso de Letras da
PUC Minas. E, o mais importante, é que o lançamento acontece hoje, dia 17/12/2021, às 19h, remotamente. A obra tem ainda lindas ilustrações de uma das talentosas autoras, e sua versão digital pode ser acessada gratuitamente, aqui.

Mundo Autista

Posts Recentes

O que é ter cara de autista?

O que é ter cara de autista? Certamente, não existe "cara de autista". Então, como…

2 horas atrás

Livro TEARTE fala do encontro em Dança e Autismo

O IIP convida a todes para o lançamento do livro TEARTE: poéticas do encontro em…

2 dias atrás

Autismo e o hiperfoco na terceira idade

É comum que as famílias com parentes autistas queiram saber como ele será na fase…

3 dias atrás

Lançamento de livro sobre aprendizagem e inclusão ocorre na próxima quinta-feira

O lançamento híbrido do terceiro volume da coleção "Caminhos da Aprendizagem e Inclusão: Entretecendo Múltilos…

4 dias atrás

A mulher, a pobreza, o autismo e o etarismo.

Nasci em meados da década de 60. Mulher. Família pobre. Morava na Vila dos Marmiteiros.…

5 dias atrás

Era uma vez uma escola em 1946

E a história da menina Irene continua. Parte 3: Depois de nossa ida para a…

1 semana atrás

Thank you for trying AMP!

We have no ad to show to you!