O Mundo Autista

Conheça a trajetória de Anthony Hopkins, o ator autista indicado ao Oscar 2020

Victor Mendonça

Anthony Hopkins concorre ao Oscar 2020 na categoria Melhor Ator Coadjuvante pelo filme “Dois Papas”, de Fernando Meirelles, e foi diagnosticado como autista na terceira idade.

Ele é descrito pela imprensa britânica, incluindo veículos como a BBC e o jornal “The Guardian”, como um dos melhores atores em atividade. Recebeu o título de cavaleiro das mãos da Rainha Elizabeth II, em decorrência de seus serviços em favor da arte, e o Oscar de Melhor Ator por seu desempenho magistral em “O Silêncio dos Inocentes”, de 1991, onde interpretou o canibal Hannibal Lecter, considerado o maior vilão da história do cinema pelo American Film Institute.

Esse é Sir Anthony Hopkins, ator galês que, dentre suas inúmeras características e peculiaridades, apresenta o Transtorno do Espectro Autista (TEA), e só foi diagnosticado na terceira idade. Agora, ele concorre ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por seu papel no filme “Dois Papas”. Na obra dirigida pelo brasileiro Fernando Meirelles (que também esteve por trás das câmeras em “Cidade de Deus” e “O Jardineiro Fiel”), ele interpreta o conservador Papa Bento XVI.

Hopkins tornou público seu diagnóstico de uma maneira muito casual e tranquila para o jornal The Desert Sun, aproveitando a oportunidade para esclarecer que sua condição nunca seria um impedimento para o trabalho: “Eu fui diagnosticado com a Síndrome de Asperger, mas sou de alto desempenho. Muitas pessoas com Asperger são altamente funcionais, porém inconsistentes. Elas têm hábitos nervosos e pensamentos obsessivos. Alguns neurologistas não concordam, mas minha esposa estava tentando descobrir com quem ela estava casada e leu um boletim informativo de um psicoterapeuta. Ele disse: “Você deveria ver alguns dos meus pacientes”. Ele novamente apontou que as pessoas com Asperger tendem a ser criativas ou severamente incapacitadas. Eu não sei se isso se aplica a mim, mas sei que nunca posso ficar calmo. Eu costumo executar várias tarefas. Decido que não vou pintar e depois passo 24 horas pintando”.

Ator autista

Como um ator pode ser autista, costumam questionar os incautos, ainda mais se tratando de um intérprete tão expressivo? Afinal, o senso comum, presente até mesmo no meio científico, convencionou que autistas são incapazes de ser artificiais, de fingir, de interpretar.

No entanto, essa afirmação demonstra tanto o desconhecimento das nuances do autismo quanto o do próprio ofício da interpretação, que exige muito mais prática e treino do que propriamente vocação. Nesta matéria, você pode conferir outros autistas que obtiveram grande sucesso na atuação e em outras áreas, como Courtney Love e Daryl Hannah.

Diagnóstico Tardio

O diagnóstico do autismo somente na fase adulta ou mesmo a falta dele por toda a vida é uma realidade presente na vida de muitas pessoas. Afinal, os casos mais leves, conhecidos como Síndrome de Asperger antes de sua integração ao Transtorno do Espectro Autista (TEA), só entraram para os manuais médicos CID (Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde) e DSM (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) em 1994, quando Hopkins tinha 57 anos de idade.

O caso de Hopkins acende nossa luz sobre os autistas idosos, sobre os quais a informação é quase nula, conforme abordei em entrevista com a procuradora municipal aposentada Irene Maria da Silva.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

All Comments

Subscribe
Notify of
guest
14 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Gustavo Croesy
Gustavo Croesy
1 ano atrás

Independente dele ser ou não Autista , merece o prêmio, é um ator simplesmente espetacular , um verdadeiro gênio!

Onilda Matias
Onilda Matias
1 ano atrás

Sou Pedagoga e Psicopedagoga é muito importante conhecer o UNIVERSO TEA.

Maria Emilce Carvalho de Mesquita
Maria Emilce Carvalho de Mesquita
1 ano atrás

Incrível…aprendendo todos os dias.

Iêda Lima
Iêda Lima
1 ano atrás

Agora entendi porque sempre tive um interesse maior do que simples curiosidade por esse ator maravilhoso… meu sonho é conhecê-lo pessoalmente!

Ange Maria alexandrino
Ange Maria alexandrino
1 ano atrás

Minha filha é asperger com diagnóstico aos 12 anos hoje com 13 anos, ela sempre fez teatrinho com os carrinhos de coleção e cada carrinho era uma voz diferente e interpretação magnífica, sempre fiquei abismada como podia ser tão diferente e ao mesmo tempo tão habilidosa, sempre digo que será uma ótima atriz. Agora vejo que faz parte desse mundinho diferente certas habilidades.

João Barbosa
João Barbosa
1 ano atrás

Sem dúvida excelente ator , mais um
Exemplo de superação

Celma
Celma
1 ano atrás

Sou fã do artista. Assistimos vários filmes com ele. Formidável!

Anaivania Cardoso
Anaivania Cardoso
1 ano atrás

Recentemente fui diagnóstica com TDAH, que também tem aspectro autista. Isso justifica muita coisa em minha vida, e descobrir esse tardiamente me fez perder muita coisa, e nessa altura do campeonato aprendi com minhas próprias experiências a lidar com esse transtorno, e sigo aprendendo.

Edith Lima Rocha Lemos
Edith Lima Rocha Lemos
1 ano atrás

Tenho um neto que completou quatro anos. Acaba de ser diagnosticado com síndrome de Asperger. Com formação em psicologia desde 1993, nunca havia lidado com esta síndromes. (Edith Lemos).

Edith Rocha Lemos.
Edith Rocha Lemos.
1 ano atrás

Procurando me informar sobre a síndrome de Asperger. Para melhor lidar com a questão e,poder ajudar à minha filha.

Suely da Silva Athayde
Suely da Silva Athayde
1 ano atrás

Fiquei surpresa ao saber que Antony Hopkins só descobriu na meia idade ser um autista. Talvez por isso há pessoas com as quais não conseguimos viver ou entender e desistimo da convivência. Há que sermos mais observadores antes desistir de alguém.
Meu neto de quase 3 anos é autista e eu jamais desistirei de estimula-lo e ensina-lo, enquanto eu viver. Temos tbm muito que aprender com ele.

Gleydis Mergulhão
Gleydis Mergulhão
1 ano atrás

Tenho um neto de 10 anos e é claro que ele tem algum nível de autismo, mas os pais se recusam a aceitar, justificando o comportamento dele diariamente.
Como eu poderia fazer para terninho diagnóstico?
Que médico ou profissional procurar?
Não encontro um caminho preciso.

maria
1 ano atrás

Muito importante ele compartilhar essa informação tão importante para todo mundo, abrindo mais perspectivas para quem é autista ou convive c autista.
A pergunta que não quer calar: ele já sabia ? Com o foi antes?
Parabéns Sir Hopkins.

Vania
Vania
1 ano atrás

Nem imaginava isso.
Mas sou fã número 1.
Tudo que ele faz tenho que ver.
Excelente ator.